ANIVERSÁRIOS IMPORTANTES NA VIDA DE UM JAPONÊS


TOSCHI IWAI: ANIVERSÁRIOS IMPORTANTES NA VIDA DE UM JAPONÊS

No Japão não costuma-se comemorar anualmente os aniversários, como normalmente ocorre no Brasil, porém existem datas e idades específicas que tradicionalmente são celebradas por serem consideradas auspiciosas. Essas celebrações são realizadas com o objetivo de trazer saúde, sorte, felicidade para a pessoa. Conheça um pouco sobre essas idades especiais e seus rituais:

Chakutai no Iwai – 5 meses de gestação

Antes de nascer, o bebê é celebrado através do Chakutai no Iwai. O tempo que o bebê fica na barriga de sua mãe, já é contado (por isso, existe a história de que os bebês nascem de 10 meses no Japão). Portanto, por volta do quinto mês de gravidez, a futura mamãe visita um santuário para rezar para que corra tudo bem no parto e para que o bebê que nascerá em breve venha ao mundo com saúde e segurança.

Oshichiya – 7 noites de vida


Oshichiya é a primeira celebração na vida de um recém nascido e ocorre 7 noites após o nascimento. Trata-se de uma cerimônia de nomeação. O pai escreve o nome da criança à mão usando a caligrafia japonesa no Meimeisho (命名书/certificado). Depois de pronto, o Meimeisho é colocado em um lugar de destaque na casa.
Parentes e amigos são convidados para o ritual na qual o bebê é vestido com um traje especial. Eles levam presentes ou envelope Shugi bukuro com certa quantia de dinheiro dentro para presentear o recém nascido. Em seguida, um jantar comemorativo é servido aos convidados, onde estão incluídos dois pratos considerados auspiciosos: Sekihan (赤饭/ arroz vermelho) e Tai (鲷/ Pargo).

Omiyamairi – 30 dias de vida

A cerimônia que marca 1 mês de vida de um bebê é chamado de Omiyamairi. Quando os bebês completam 30 dias de vida ocorre a primeira visita do bebê a um santuário xintoísta. Podemos comparar essa tradição ao “batismo cristão”. Centenas de Miyamairi são realizados em templos xintoístas a cada semana.
Durante a cerimônia é realizada uma oração por um sacerdote xintoísta e ao final dela, todos os familiares presentes toma um gole de saque em um copo de madeira vermelha. Depois da cerimônia é comum as famílias saírem para almoçar e levar o bebê para fazer suas primeiras fotografias em um estúdio profissional.

Okuizome – 100 dias de vida


Ao contrário do Brasil em que normalmente comemora-se o primeiro ano de vida, no Japão os 100 dias de vida é mais do que especial. Segundo a tradição, um ritual deve ser realizado e consiste em servir uma refeição especial e simbólico ao bebê, com o objetivo de trazer fartura e sorte. Saiba mais detalhes sobre o Okuizome.

Issho Mochi – 1 ano de vida


Durante o Omisoka (véspera do ano novo) celebra-se o primeiro ano de aniversário de uma criança, mesmo que ela ainda não tenha completado 1 ano de vida. É um pouco estranho essa concepção já que um bebê que nasceu nas vésperas do ano novo já tenha 1 ano, mas é assim que acontece na terra do sol nascente.
No Japão, o nascimento corresponde a 1 ano de idade, pois o tempo que o bebê permaneceu dentro da barriga da mãe desde sua fecundação é contado. Bem, o ritual do Issho Mochi consiste em a mãe ou familiares fazerem um bolo de arroz com cerca de 2 kg e depois coloca-se em uma mochila nas costas da criança.
Não entendeu o significado deste ritual? É que a palavra Issho significa “Juntos” e além do desejo de saúde e felicidade à criança, o ritual de carregar o bolo de arroz nas costas tem como objetivo também fazer com que este ou qualquer alimento esteja sempre junto da criança e nunca lhe falte durante todas as fases da sua vida.

Shichi-go-san – 3, 5 e 7 anos de vida


Shichi-go-san é uma cerimônia tradicional que ocorre no dia 15 de novembro para crianças que estão completando 3 e 5 anos de idade (meninos) e 7 anos de idade (meninas). Antigamente, os meninos tinham que ter a cabeça raspada até que completassem 3 anos de idade, mas hoje em dia, essa tradição não é mais comum.
Durante esta cerimônia, que ocorre em diversos templos e santuários do país, as crianças usam trajes tradicionais (quimono e hakama). Sem dúvidas nenhuma essa celebração é um marco na vida das crianças e uma data muito especial para as famílias japonesas. Saiba mais detalhes sobre a cerimônia do Shichigosan.

Jusan Mairi – 13 anos de vida


Jusan Mairi é uma cerimônia que celebra a puberdade, uma fase de transição de criança para adolescente, onde ocorrem muitas mudanças físicas, psicológicas e emocionais em meninos e meninas quando completam 13 anos de idade. Embora não seja uma celebração comum em todo país, é muito popular em Kyoto.
Normalmente, a cerimônia Jusan Mari é realizada em templos dedicados a KOKU-ZO (虚空 蔵), um Boddhisatva cuja sabedoria e bondade acredita-se ser tão infinito quanto o céu e proporciona proteção, sorte e inteligência às crianças.

Seijinshiki – 20 anos de vida


Seijinshiki é uma cerimônia para os jovens que estão completando o vigésimo aniversário (Hatachi / 二十歳). No Japão, essa idade é muito importante pois corresponde à chegada da idade adulta, ou seja, marca a transição de adolescente para adulto, na qual ganham novos direitos, deveres e responsabilidades.
Nesta cerimônia civil que ocorre na 2° Segunda-feira de janeiro, os jovens se vestem com roupas tradicionais. As moças usam quimonos finos de seda, com belas estampas de cores vivas, com estilo furisode (mangas que balançam) e os rapazes vestem hakama ou ternos na cor preta. Saiba mais detalhes sobre o Seijin no Hi .

Yakudoshi – 25, 42 e 61 ♂ e 19, 33 e 37 ♀


Yakudoshi são as idades de calamidade no Japão. Certas idades são consideradas azaradas para os japoneses. Acredita-se que em tais idades específicas, as pessoas ficam mais susceptíveis a doenças ou tragédias, por isso segundo a tradição, deve-se seguir alguns rituais para afastar o azar e a má sorte. Veja mais sobre o Yakudoshi.

Ga no Iwai ou Toshi Iwai

Ga no Iwai ou Toshi Iwai são vários ritos de passagem durante a terceira idade com o objetivo de orar por uma vida longa e saudável. Esta tradição veio da China, e originalmente era celebrada uma vez a cada dez anos, a partir dos 40 anos de idade.
Porém, desde o século XVI, o Ga no Iwai ou Toshi Iwai passou a ser comemorado em idades específicas: Kanreki (60 anos de idade), Koki (70 anos de idade), Kiju (77 anos de idade), Sanju (80 anos de idade), Beiju (88 anos de idade), Sotsuju (90 anos de idade), Hakuju (99 anos de idade), Hyakuju (100 anos de idade), Chaju (108 anos de idade), Kouju (111 anos de idade), Chinju (112-118 anos de idade).

Kanreki Iwai – 60 anos de vida


A celebração kanreki (還暦) marca os 60 anos de vida de um cidadão japonês. Literalmente significa “retornar ao calendário” pois segundo dizem, é durante o sexagésimo ano de vida que o ciclo zodiacal chinês (12 signos por ano e os 5 elementos: metal, água, madeira, fogo e terra) completa seu ciclo.
Esta celebração é realizada especialmente por homens por ser considerada um Yakudoshi, ou seja, uma idade propensa a calamidades e má sorte. É a idade do renascimento, por ser uma transição da fase adulta para a senil. Celebra-se com uma festa onde o bolo é decorado com grous brancos e tartarugas vermelhas.
Os grous brancos representam mil anos e as tartarugas vermelhas, 10 mil anos. Os filhos dão de presente ao sexagenário uma almofada, um chapéu e uma jaqueta sem mangas na cor vermelha chamada chanchanko que será usada no ritual Kanreki Iwai. Este traje representa a jaqueta de um bebê e um retorno ao início da vida.

Koki Iwai – 70 anos de vida

A palavra Koki originou-se a partir de um poema chinês famoso que expressa o quão raro era para as pessoas viverem até 70 anos. A cerimônia é semelhante ao Kanreki, porém a cor do traje usado normalmente é roxo. Acredita-se que nessa fase da vida seja um tempo para buscar um novo foco na vida e valorizar as qualidades.

Kiju Iwai – 77 anos de vida

O Kiju Iwai celebra o septuagésimo sétimo aniversário. O kanji de Ki significa felicidade e é escrito usando os caracteres de sete, dez, sete ou 77. Ju significa longevidade. Por causa disso, esta idade é chamada de “idade feliz”(喜寿). A cor do traje do aniversariante também é roxa, assim como no 70° aniversário.

Sanju Iwai – 80 anos de vida

O aniversário de 80 anos de vida é chamado de Sanju Iwai (傘寿). O kanji 傘 pode ser lido como Kasa (guarda-chuva) e também pode se referir ao número oitenta. Durante a celebração, costuma-se servir bolos de arroz à todos os parentes e convidados. A cor do chachanko costuma ser amarelo ou marrom avermelhado.

Beiju Iwai – 88 anos de vida


O aniversário de 88 anos é chamado de Beiju Iwai (米寿) e conhecida também por “idade do arroz”, porque o ideograma japonês de 8 mais 80 (八十八) quando unidos, formam o mesmo do kanji de arroz [米].

Sotsuju Iwai – 90 anos de vida

O aniversário de 90 anos de idade se chama Sotsuju (卒寿) e é também conhecida como o “Ano da Graduação” pois a leitura do ideograma 卒 pode ser “graduação” ou “noventa”. Costuma-se dar um buquê com 90 rosas para o aniversariante.

Hakuju Iwai – 99 anos de vida

O aniversário de 99 anos de idade se chama Hakuju (白寿) e também é conhecido como a “era branca”, porque o ideograma chinês para branco 白, é semelhante ao ideograma chinês que designa cem 百.O traje usado costuma-se ser branco.

Hyakuju Iwai – 100 anos de vida


O aniversário de 1 século de vida é chamado de Hyakuju Iwai (百寿). Quando alguém completa cem anos de idade, é convidado para uma cerimônia em setembro, no Keiro no Hi, chamada Hakusai Shosho onde cada centenário receberá das mãos do primeiro-ministro japonês, uma taça de saque de prata e um certificado
E depois dos 100 anos? Os anos posteriores a 100 anos é chamado de Jouju Iwai (上寿) e deve ser comemorado anualmente, embora também haja datas especiais consideradas auspiciosas e que devem ser celebradas junto com toda a família:
Chaju (茶寿) : 108 anos
O kanji cha「茶」pode ser decomposto em (10, 10, 88)「十、十、八十八」.
Kouju (皇寿) – senju (川寿) : 111 anos
Decompondo-se kou「皇」obtém-se白 (=99)、一、十、一」 e o kanji kawa escreve-se como o número 111 com três traços paralelos (川 ), que também lê-se sen.
Chinju (珍寿) : 112-118 anos
Significa “idade rara”

Ganju (頑寿) : 119 anos 
O kanji gan「頑」pode ser decomposto em「二、八、百、一、八」.

Daikanreki (大還暦) sekiju (昔寿): 120 anos 
O kanji mukashi「昔」pode ser decomposto em 20 + 100 「廿 (=20) + 百」, ou como o nome sugere “grande kanreki”.
Texto original a quem deve todo o direito: Japão em foco
Compartilhe no Google Plus

Sobre Odney Sales

Blogueiro, poeta e fundador do site Super Atento, do site de curiosidades Most Curious Curiosity do blog de tutoriais Odney Sales Tutoriais do blog de poesias Poesias de Odney Sales do site de humor Humorada Mente e do meu blog pessoal Blog do Odney Sales. Obrigado por ler os meus artigos. Volte sempre!